Florbela Carmo

Florbela Carmo

Nasci em Lamego, no ano de 1971, e apesar de ter crescido numa cidade do interior Norte, numa altura em que a democracia estava a dar os primeiros passos e onde as coisas tardavam a chegar, ou talvez por isso, cedo comecei a interessar-me por política. Foi como dirigente associativa, nos tempos de estudante, que a minha intervenção se tornou mais activa, mas foi apenas com o surgimento do Manifesto para uma Esquerda Livre que me tornei apoiante de um movimento partidário. Sou apoiante do LIVRE desde a sua fundação, tendo-me tornado membro efectivo em Janeiro de 2015.
Vivo nos Açores há 15 anos, onde trabalho como Assistente Administrativa numa sociedade de advogados. Já fui professora numa escola profissional durante 3 anos, já dei formação a activos, em contexto real de trabalho e pós laboral, já fui consultora para PMEs e em todas estas actividades deparei-me, e continuo a deparar-me, com situações trágicas, que são o reflexo do gradual desinvestimento na saúde, na educação, na justiça e no Estado Social, agravado nos 4 anos de governação PSD/CDS.
Fui candidata às eleições legislativas de 2015, pelo círculo dos Açores, no âmbito da candidatura cidadão LIVRE/Tempo de Avançar. Sou membro do Grupo de Contacto, eleita no Congresso de Dezembro de 2015 e membro do Grupo de Coordenação Local do Núcelo Territorial do LIVRE nos Açores, eleita em Junho de 2016.

Petição

Retribuição Horária Mínima Garantida

Assine aqui a Petição