Naturalidade

Portuguesa

Local de Residência

Montijo

Nacionalidade

Portuguesa

Profissão

Médica

Apresentação Pessoal

“Ana, 34 anos, progressista, ecologista, médica de família.

Vivo desde sempre na margem sul do Tejo, estudei na Escola Pública na Moita e licenciei-me em Medicina em 2008 na Universidade de Lisboa. Em 2009 fiz um ano de formação geral no Centro Hospitalar Barreiro-Montijo e em 2010 iniciei a minha especialização em Medicina Geral e Familiar em Setúbal. Em 2016 concluí uma pós-graduação em Gestão da Saúde na Escola Nacional de Saúde Pública.

Em 2015, fui candidata pelo círculo de Setúbal nas legislativas de 2015 pelo LIVRE/Tempo de Avançar – a minha primeira experiência política. Em 2016 e 2017 pertenci à Assembleia do LIVRE (onde integrei o Grupo de Trabalho Democracia) e à coordenação do Núcleo Territorial de Setúbal. Desde Janeiro de 2018, sou membro do Grupo de Contacto do LIVRE. ”

Redes Sociais

Estou no FB ( página pessoa e figura pública), no Twitter, Instagram e LinkedIN com o nome Ana Raposo Marques

Apresentação de candidatura

“Sou  progressista, ecologista, médica de família e defensora do Serviço Nacional de Saúde sem o qual considero que os cidadãos não poderão viver em verdadeira liberdade.

Trabalho como médica de família com uma lista de cerca de 1900 utentes desde 2014 e essa experiência foi-me moldando e transformando na pessoa que sou hoje. A realidade entra todos os dias pela porta da USF Sado e no meu gabinete de consultas. Tenho aprendido muito no contacto diário com um conjunto diverso de pessoas: com diferentes idades, formas de pensar, tipos de famílias, origens, profissões, ocupações, áreas de estudo, problemas de saúde física e mental, condições sociais e muito mais.

Em 2015, levada inicialmente pela curiosidade e posteriormente pela vontade de deixar o sofá, as redes sociais e a televisão e participar ativamente no futuro do meu país, fui candidata pelo círculo de Setúbal nas legislativas de 2015 pelo LIVRE/Tempo de Avançar – a minha primeira experiência política. Em 2016 e 2017 pertenci à Assembleia do LIVRE (onde integrei o Grupo de Trabalho Democracia) e à coordenação do Núcleo Territorial de Setúbal. Desde Janeiro de 2018, sou membro do Grupo de Contacto do LIVRE. Com todas as pessoas incríveis que conheci no caminho até aqui chegar (tanto com os camaradas do Tempo de Avançar como os do LIVRE e até de associações e movimentos aos quais também pertenço – Alentejo Litoral pelo Ambiente, Coopernico, Climáximo), tenho aprofundado os meus conhecimentos em áreas sobre as quais nunca tinha pensado saber tanto. Ao mesmo tempo, apercebo-me diariamente dos desafios para os quais ainda não tenho respostas fechadas.

Portugal precisa do LIVRE na Assembleia da República. Candidato-me a estas eleições primárias, pelo círculo de Setubal, para levar até lá os nossos pilares, princípios e valores; para pensar o país e a Europa a médio-longo prazo; para colocar na agenda política a defesa incontornável do Estado Social (uma Segurança Social, uma Escola Pública e um Serviço Nacional de Saúde fortes, com boa gestão e recursos em número adequado); para acabar de vez com a hipótese de arrendar “lotes” de mar a companhias petrolíferas (o petróleo não é o futuro! As energias limpas, sim!); para proibir de vez o fracking e a construção de gasodutos para transporte de gás; para contribuir para uma transição energética justa; para garantir que não se constroem aeroportos sem um estudo de impacto ambiental prévio; para que este seja de fato um país para todos, sem discriminações de qualquer tipo e com menos desigualdades e assimetrias regionais; e também para tornar a Assembleia da República mais paritária. ”

Petição

Retribuição Horária Mínima Garantida

Assine aqui a Petição