Naturalidade

Lisboa

Local de Residência

Montijo

Nacionalidade

Portuguesa

Profissão

Empregado bancário

Apresentação Pessoal

“Nasci em Lisboa em 1975, mas acabei por ir morar para o Montijo. Licenciado em Geografia Física e Planeamento Regional e Local. Activista por convicção e corredor por paixão.

Sempre tive consciência política, mas apenas optei por uma atitude mais activa com o surgimento do Manifesto Para Uma Esquerda Livre. Revi-me no seu conteúdo e a partir daí não mais parei. Sou membro do LIVRE, onde desempenhei já várias funções mas actualmente estou apenas ligado ao Núcleo Territorial do distrito de Setúbal. Fui candidato pelo círculo de Setúbal às últimas legislativas na plataforma LIVRE/Tempo de Avançar.

Sou sindicalizado e membro efectivo da Comissão de Trabalhadores da CGD, tendo sido eleito para o mandato 2017/2021.”

Redes Sociais

https://www.facebook.com/enecapitulos | https://twitter.com/NovoCapitulo?s=09

Apresentação de candidatura

“Fundamento a minha candidatura às primárias do LIVRE em 4 pilares, que serão simultaneamente as minhas principais preocupações. Enumero-os de seguida, sem qualquer prioridade, aludindo sumariamente a cada um.

  1. Trabalho e desigualdade de rendimentos –

Promoção da contratação colectiva consubstanciada em  avanços efectivos nos direitos do trabalhadores. Revisão do código de trabalho para reverter as medidas lesivas para os trabalhadores postas em prática no período da troika. Aumento significativo da remuneração mínima mensal garantida. Diminuição progressiva da jornada laboral ao longo da legislatura. Fixação de um rácio entre salários mínimos e máximos numa mesma empresa ou entidade.

  1. Mobilidade e Transportes Públicos –

Investimento sério nos transportes públicos para que os mesmos tenham a qualidade, eficiência e periodicidade necessárias para servir as populações. A mobilidade deve ser encarada nas suas múltiplas facetas e desenhadas soluções para cada uma delas. Aposta na ferrovia como meio de transporte primário nas deslocações dentro do território português. Incremento do transporte fluvial e marítimo, uma vez que este representa uma forma simples de movimentar muitas pessoas e cargas, sem necessidade de um elevado investimento em infraestruturas de apoio.

  1. Descarbonização da economia e da sociedade –

Pilar fundamental para fazer face às emergências ambientais que enfrentamos. É necessário apostar na descarbonização da economia, que passa também numa aposta na descarbonização dos meios de transporte. Os transportes públicos devem utilizar fontes de enegia limpa ou de menor impacto possível. Promover a aquisição de viaturas proprias menos poluentes através,  por exemplo, de benefícios fiscais directos. Realização de um estudo comparativo para avaliar o impacto financeiro da gratuitidade dos transportes públicos.

  1. Regionalização e coesão territorial –

Promover a democratização das estruturas regionais, através da eleição dos elementos para os seus órgãos. Fazer dos órgãos regionais (assembleias ou governos) canais de comunicação e agilizadores entre o poder central e local. Re-organizar administrativamente o território, aproveitando a aposta na regionalização. Para que tal suceda é necessário incrementar um processo de referendo sobre esta temática. Alterar as NUT III, no sentido de separar a região da Península de Setúbal da Área Metropolitana de Lisboa.

Resumidamente são estes os principais pilares que pretendo defender nesta minha candidatura. ”

O LIVRE depende exclusivamente dos donativos de apoiantes individuais.

Apoia-nos com o teu contributo:

CONTRIBUIR