Eleições nos Açores – Uma abstenção que penaliza a democracia

Eleições nos Açores – Uma abstenção que penaliza a democracia

Nas primeiras eleições regionais dos Açores a que se candidata, o LIVRE  concorreu apenas nas ilhas de São Miguel e do Pico, tendo obtido um resultado aquém das suas expectativas, mas superior ao obtido nas eleições legislativas de 2015 nestas ilhas. Queremos agradecer a todos os que nos honraram com a sua confiança, demonstrando que as ideias que apresentámos têm eco nos açorianos atentos aos grandes desafios sociais e ambientais deste século.

Queremos também manifestar o nosso orgulho no empenho, dedicação e capacidade de iniciativa de todos os nossos candidatos e, em especial, dos nossos cabeças-de-lista pelas ilhas de São Miguel e Pico, respetivamente José Manuel Azevedo e Filipe Gomes, escolhidos através de um processo pioneiro de primárias abertas. Munido de um Programa Eleitoral construído a muitas mãos, o LIVRE Açores apresentou aos açorianos propostas arrojadas e inovadoras que souberam refletir os valores da ecologia, da esquerda, da liberdade e do europeísmo.

Preocupa-nos a elevadíssima taxa de abstenção que se verificou nestas eleições. No nosso Programa Eleitoral identificámos a necessidade de promover o envolvimento e a participação dos cidadãos no destino dos Açores, a região da OCDE  que regista menor participação cívica. Perante um parlamento regional mais uma vez dominado por um único partido, será a escolha de apenas 41% dos eleitores a definir as decisões do Governo Regional nos próximos quatro anos.

O LIVRE não conseguiu eleger nenhum deputado regional, mas ficamos na certeza de que a nossa mensagem foi semeada pelos nossos excelentes candidatos. A campanha para esta eleição termina, mas o trabalho que temos vindo a propor para tornar o arquipélago uma região pioneira no mundo irá continuar com a mesma seriedade e dedicação. A nova legislatura que se inicia vai ser acompanhada pelo LIVRE Açores, sem nunca deixar de divulgar e trabalhar junto da população propostas necessárias para o desenvolvimento da região. Com o resultado eleitoral obtido esta noite, partimos para os próximos desafios, continuando os nossos esforços para mobilizar todos os cidadãos que se identificam com as ideias do LIVRE.

O LIVRE depende exclusivamente dos donativos de apoiantes individuais.

Apoia-nos com o teu contributo:

CONTRIBUIR