Relatório do Dia Seguinte #25: Qualidade do Ar em Lisboa e Direito à Habitação

Relatório do Dia Seguinte #25: Qualidade do Ar em Lisboa e Direito à Habitação

Nesta edição falamos sobre a 50ª reunião plenária da Assembleia Municipal de Lisboa, de Declarações Políticas, onde apresentámos uma Recomendação sobre medidas drásticas pela melhoria da qualidade do ar e também subscrevemos uma moção sobre Direito à Habitação proposta pelo PCP e subscrita também pelo PS, BE, PEV e CPL.


50.ª Reunião da Assembleia Municipal de Lisboa

Nesta sessão apresentámos uma recomendação que visa a implementação de medidas drástica pela melhoria da qualidade do ar em Lisboa.

Foi recentemente denunciado pela Associação Zero que os limites de poluição estão a ser desrespeitados em zonas centrais como a Av. da Liberdade e na Baixa.

A nossa recomendação propunha:

👉 um Reforço da fiscalização das Zonas de Emissões Reduzidas(ZER);
👉 Atualização do grau de exigência das ZER das normas EURO 1 e 2 para EURO 3 e 4;
👉 que desenvolva um Plano de contingência para os momentos de maior poluição e que junto da CCDR pugne pela criação de um novo Plano de melhoria da qualidade do Ar (inexistente desde 2012);
👉 estudar a possibilidade de transformar zona da Av. Liberdade/ Baixa em zona pedonal e ciclável;

E a nossa proposta foi aprovada! Ainda que, inexplicavelmente, tenha contado com o voto contra do PCP e PEV e a abstenção do CDS-PP, MPT e PPM.


Vê aqui a intervenção do deputado municipal Carlos Teixeira sobre a recomendação apresentada.


Subscrevemos também uma moção sobre a Lei de Bases da Habitação.

O texto inicialmente proposto pelo PCP sofreu várias propostas de alteração que acabaram por ser negociadas entre toda a esquerda, num gesto conciliatório que alguns consideraram histórico, e que é, sem dúvida, fundamental e urgente face ao tema em questão.

Nesta sessão votámos ainda favoravelmente uma proposta do PCP que tinha como objetivo a reversão da privatização dos CTT, e que atacava particularmente o encerramento de postos essenciais pela sua proximidade, como é o caso do de Xabregas, e uma proposta do PEV que isentava as dormidas de estudantes da eventual aplicação da taxa turística.


Confirma aqui as nossas votações nesta reunião

 

Mais informações sobre esta sessão


Subscreve o Relatório do Dia Seguinte, a newsletter sobre o nosso trabalho na Assembleia Municipal de Lisboa

* indicates required

O LIVRE depende exclusivamente dos donativos de apoiantes individuais.

Apoia-nos com o teu contributo:

CONTRIBUIR